Seguidores

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Porções: o tamanho das suas mordidas pode estragar sua dieta


Por

Segundo um novo estudo, pequenas mordidas podem incentivá-lo a comer mais do que deveria.
A pesquisa se focou em tamanho da mordida – ou quantidade de comida em cada garfada – que pode variar dentro de uma refeição e de pessoa para pessoa.
Já que é falta de educação espreitar dentro da boca de alguém enquanto eles estão mastigando, os pesquisadores usaram o tamanho garfo como uma medida de tamanho da mordida.
O estudo mostrou que usar um pequeno garfo em um restaurante pode incentivá-lo a comer uma porção maior do que usando um grande garfo. Podíamos pensar que um utensílio menor reduziria o consumo, mas na verdade aumentou, quando a questão era comer fora de casa.
Os cientistas avaliaram como o tamanho garfo influenciou a quantidade de alimentos ingeridos por clientes em um restaurante italiano.
Durante dois almoços e dois jantares, os pesquisadores compararam a quantidade de comida consumida por aqueles que receberam ou um garfo grande, que detinha 20% mais dos alimentos do que um utensílio regular, ou um garfo pequeno, que detinha 20% menos.
Eles pesaram o conteúdo de cada prato antes e depois de servido, e também controlaram outros fatores que podiam influenciar o consumo no restaurante, tais como preço, se era almoço ou jantar, e se os clientes tomaram álcool ou comeram um aperitivo com a refeição.
Os clientes deixaram mais comida no prato quando usaram um garfo grande, em vez de um pequeno, um padrão oposto ao que estudos tinham mostrado para tamanho de porção, onde porções maiores ou embalagens de alimentos incentivavam a pessoa a comer.
Outro fato estranho é que os cientistas publicaram um estudo semelhante pedindo a 81 pessoas para comer uma tigela de salada de macarrão, mas, em vez de jantar fora, os participantes comiam em um ambiente de laboratório. Voluntários usaram os garfos pequenos ou grandes e foram instruídos a comer o quanto quisessem.
Desta vez, porém, os participantes que comeram com um garfo grande consumiram mais comida do que aqueles que utilizam um menor – o contrário do que foi visto no restaurante e similar aos resultados dos estudos sobre tamanho da porção.
Por que essa diferença, então? Os pesquisadores suspeitam que os participantes do laboratório provavelmente não tinham um objetivo bem definido de fome, e não pagaram dinheiro para consumir um alimento de sua escolha. Então, eles tinham motivações diferentes do que as pessoas que jantam fora, e que investem mais tempo, esforço e dinheiro em sua refeição.
Em um restaurante, o tamanho do garfo só faz diferença para porções maiores. Diante de um grande prato de comida, as pessoas não sentem visualmente que estão fazendo progresso em direção a seu objetivo de saciar a fome com um garfo pequeno, então consomem mais.
Os pesquisadores não sabem dizer como esses resultados se aplicam às refeições feitas em casa. Mesmo assim, o conselho deles é que você decida por si mesmo se já comeu o suficiente, sintonizando sinais de satisfação. Estímulos externos – tamanho do garfo, tamanho do prato, tamanho da porção – podem lhe enganar e levá-lo a comer exageradamente.[MSN]

2 comentários:

Claudine Netto disse...

Muito interessante esta pesquisa.
Para mim o que importa é a alimentação saudável. É a pessoa se alimentar para se satisfazer, não comer desesperadamente.
Acho também que as pessoas tem que se aceitar do jeito que são: gordas ou magras e viver bem consigo mesma.

Amei seu blog.

Antonio Machado disse...

Gostei muito do seu blog, do seu estilo!
Voltarei para ler as receitas, eu também luto com a balança, mas sem loucuras, o negócio é ser feliz...
Um abraço