Seguidores

sábado, 23 de julho de 2011

OBSIDADE INFANTIL :CURA SEM MILAGRES


A Obsidade  é a doença da atualidade de pior prognóstico a longo prazo.As chances de uma pessoa continuar obesa se foi uma criança ou adolescente obeso por muito tempo chega a, aproximadamete 40%.
Atingindo pessoas de todas as idades, desde o bebê até o idoso,a obesidade é considerada uma doença genética passível de modificações provocadas pelo meio ambiente.Isso significa que a pessoa que tem  familiares obesos tem grandes possibilidades de ser obeso,mas isso dependerá de seu comportamento em relação ´aquantidade e qualidade dos alimentos consumidos e à quantidade de calorias gasta.
A criança obesa,no princípio,não está preocupada com sua obesidade,porque vem de uma família geneticamente obesa.Estando entre iguais ela é protegida e mimada dentro da família.Quando vai para um ambiente externo(a escola,por exemplo),onde há crianças diferentes,ela passa a ser agredida por ser "gorda,' a ser machucada,do ponto de vista emocional.
Esse é o primeiro de uma série de problemas que a obsidade pode trazer ao longo da vidas.Alterações nos níveis de gordura e colesterol no sangue,probloemas ortopédicos e alterações posturais,na medida em que o eixo de gravidade do corpo é alterado pelo peso,problemas respiratórios,hipertensão e, no futuro,um risco maior de contrair doenças cardiovasculares.
A obesidade, portanto,deve ser tratada com seriedade,levando-se em conta que o necessário é reestruturar e modificar a conduta da vida não só da criança,mas de toda a família,pois se o filho não vê os pais agindo corretamente não terá onde se espelhar.Um bom começo é deixar de presentear a criança apenas com doces,balas ou comida,em geral,quando ela faz algo por merece3r.por que não um livro,um passeio ou uma tarde no cinema?
o importante é que os pais se conscientizem de que o tratamento não é feito de milagres e de que não há resultados sem esforço,e façam o mesmo com seu filho.A grande recompensa vem no futuro com a garantia de vida melhor.
(texto publicado na revista-Bem Estar)




O dia de amanhã ninguém usou. Pode ser seu (Pagano Sobrinho)


DANDO A VIDA PARA COMER UM PEIXINHO.

"Se você sabe explicar o que sente, não ama, pois o amor foge de todas as explicações possíveis."

3 comentários:

MARILENE disse...

É realmente complicada essa questão do emagrecimento. Não se trata apenas de vaidade, mas de saúde. Isso não quer dizer que pessoas magras também não enfrentem sérios problemas de saúde. Tenho uma sobrinha que vive nessa constante maratona. Emagrece e engorda novamente. Mas é LINDA! Carinhosa, amiga. Sempre digo a ela que é muito amada e que seu peso não faz a menor diferença.
Bjs.

Marli Boldori disse...

Val,que delicioso seu blog,percebe que você nos convida para comer...? rsssssssse,eu adoro comer doces,sou uma formiga bem grande.Ainda vou conhecer seus outros blogs.Um grande abraço!

blog da Paraguassu disse...

Olá Val,
Eu já penso, querida, que é tudo questão de ter força de vontade para conseguir o que se quer. Porém, cada pessoa tem o direito de pensar e agir também como quer. Como dizes que já tens problemas genéticos, deverias fazer algum tratamento que te ajudasse a combater o sobrepeso. Já estou te seguindo e estarei por aqui sempre que puder.
Gostaria que conhecesse o meu blog e, se gostar, siga-me e deixe um comentário em minha postagem, ok?
Um grande beijo,
Maria Paraguassu.