Seguidores

domingo, 27 de novembro de 2011

DOCINHO LIGHT DE QUEIJO

Ingredientes:
2 latas de leite condensado light.
2 colheres (sopa) de  margarina light
100g de queijo ralado
1/2 caixinha de creme de leite light (se for para os copinhos, caso seja para enrolar não colocar o creme de leite)
Como fazer:
Igualzinho como se faz o brigadeiro. Em fogo baixo, colocar o leite condensado, a manteiga e o queijo ralado e mexer com muito tempo e paciência, e quando começar a desgrudar da panela, desligar o fogo e acrescentar o creme de leite e mexer mais um pouco. Pronto. Colocar nos copinhos e decorar com um cravo ou conforme sua criatividade. Levar um pouco para geladeira. Deu para fazer 25 copinhos de 45ml.
Pode decorar com um pedacinho de ameixa ou pessego,damasco também fica bom.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Laranja e suas Vitaminas

segunda-feira, 21 de novembro de 20116

 Laranja e suas Vitaminas
Ricas em vitamina C, elas têm os mais diversos tamanhos, cores e sabores, mais para o azedo ou para o doce. Mas uma coisa todas têm em comum: são suculentas como elas só.
Conta a lenda que Hércules, o herói, foi levado a fazer doze trabalhos dificílimos, por ordem da deusa Hera, sua inimiga. Um desses trabalhos, o décimo primeiro, consistia em roubar os frutos de ouro de um jardim guardado por um dragão de dez cabeças. Hércules lutou bravamente, matou o dragão e roubou os frutos, que eram...douradas laranjas! Essa lenda mostra a importância que a Antigüidade dava a essa misteriosa fruta cultivada na Ásia desde dois mil anos antes de Cristo, mas introduzida na Europa apenas na Idade Média, pelos árabes.

LUXO E BOM GOSTO:
Das duas mil variedades de laranjas, mais de cem são cultivadas em grande escala. No Brasil, a laranja chegou com os descobridores e por séculos permaneceu raridade, chegando a ser de muito luxo, bom gosto e demonstração de estima oferecer laranjas ou uma compota como presente. Hoje o país é o maior exportador mundial, com uma safra anual de 10 bilhões de laranjas. A maior parte do cultivo se concentra no estado de São Paulo, responsável por 70% das laranjas e 98% do suco produzido no país.
Os tipos de Laranjas:

LARANJA-DA-BAÍA:
Também conhecida como laranja-baiana ou laranja-de-umbigo, foi desenvolvida no Brasil, mas hoje é cultivada em vários países. Grande, firme e muito doce, é excelente para o consumo ao natural, á mesa.

LARANJA-LIMA:
Também chamada serra-d'água, tem a casca fina, amarelo-clara, e é mais difícil de encontrar. É a variedade menos ácida, por isso muito indicada para bebês. Não serve para preparos culinários.

LARANJA-PÊRA:
Variedade mais consumida no Brasil, tem a casca amarelo-alaranjada e a polpa suculenta e doce. É muito usada ao natural, em sucos, na culinária e na industrialização de produtos.

VOCÊ SABIA?
A laranja é digestiva, ajuda a prevenir anemia, por melhorar a absorvação do ferro, e é boa para os músculos não esqueça que o coração é um músculo.

VITAMINA C:
Embora haja algumas diferenças nutricionais entre as diversas variedades, a laranja é rica em sais minerais, em especial potássio, cálcio, ferro e fósforo. Mas seu principal nutriente é mesmo a vitamina C, que cumpre várias funções nos processos vitais, por exemplo ao auxiliar a absorvação de ferro pelo organismo. Mas como a vitamina C oxida, ou seja, começa a desaparecer quando entra em contato com o ar, considere as seguintes dicas:

  • Evite descascar a laranja ou fazer sucos muito antes da hora de consumir. Se você precisa colocar a laranja já descascada na merenda das crianças, deixe pelo menos a parte branca como proteção.
  • Pela mesma razão, não guarde o suco da laranja por muito tempo, mesmo na geladeira.
  • Para descascar, use facas de aço inoxidável. Os outros metais oxidam a vitamina C.
Na hora de comprar, escolha as laranjas mais pesadas. São as que têm mais sucos. Conserve-as em lugares frescos e arejados. Use e abuse de laranjas ao natural, em sucos, como ingrediente em saladas de frutas ou salgadas, compotas, caldas, bolos, sovertes ou no preparo de pratos diversos.
Fonte: Revista Nestlé

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Porções: o tamanho das suas mordidas pode estragar sua dieta


Por

Segundo um novo estudo, pequenas mordidas podem incentivá-lo a comer mais do que deveria.
A pesquisa se focou em tamanho da mordida – ou quantidade de comida em cada garfada – que pode variar dentro de uma refeição e de pessoa para pessoa.
Já que é falta de educação espreitar dentro da boca de alguém enquanto eles estão mastigando, os pesquisadores usaram o tamanho garfo como uma medida de tamanho da mordida.
O estudo mostrou que usar um pequeno garfo em um restaurante pode incentivá-lo a comer uma porção maior do que usando um grande garfo. Podíamos pensar que um utensílio menor reduziria o consumo, mas na verdade aumentou, quando a questão era comer fora de casa.
Os cientistas avaliaram como o tamanho garfo influenciou a quantidade de alimentos ingeridos por clientes em um restaurante italiano.
Durante dois almoços e dois jantares, os pesquisadores compararam a quantidade de comida consumida por aqueles que receberam ou um garfo grande, que detinha 20% mais dos alimentos do que um utensílio regular, ou um garfo pequeno, que detinha 20% menos.
Eles pesaram o conteúdo de cada prato antes e depois de servido, e também controlaram outros fatores que podiam influenciar o consumo no restaurante, tais como preço, se era almoço ou jantar, e se os clientes tomaram álcool ou comeram um aperitivo com a refeição.
Os clientes deixaram mais comida no prato quando usaram um garfo grande, em vez de um pequeno, um padrão oposto ao que estudos tinham mostrado para tamanho de porção, onde porções maiores ou embalagens de alimentos incentivavam a pessoa a comer.
Outro fato estranho é que os cientistas publicaram um estudo semelhante pedindo a 81 pessoas para comer uma tigela de salada de macarrão, mas, em vez de jantar fora, os participantes comiam em um ambiente de laboratório. Voluntários usaram os garfos pequenos ou grandes e foram instruídos a comer o quanto quisessem.
Desta vez, porém, os participantes que comeram com um garfo grande consumiram mais comida do que aqueles que utilizam um menor – o contrário do que foi visto no restaurante e similar aos resultados dos estudos sobre tamanho da porção.
Por que essa diferença, então? Os pesquisadores suspeitam que os participantes do laboratório provavelmente não tinham um objetivo bem definido de fome, e não pagaram dinheiro para consumir um alimento de sua escolha. Então, eles tinham motivações diferentes do que as pessoas que jantam fora, e que investem mais tempo, esforço e dinheiro em sua refeição.
Em um restaurante, o tamanho do garfo só faz diferença para porções maiores. Diante de um grande prato de comida, as pessoas não sentem visualmente que estão fazendo progresso em direção a seu objetivo de saciar a fome com um garfo pequeno, então consomem mais.
Os pesquisadores não sabem dizer como esses resultados se aplicam às refeições feitas em casa. Mesmo assim, o conselho deles é que você decida por si mesmo se já comeu o suficiente, sintonizando sinais de satisfação. Estímulos externos – tamanho do garfo, tamanho do prato, tamanho da porção – podem lhe enganar e levá-lo a comer exageradamente.[MSN]

Mousse de coco light

Ingredientes:
- 1 envelope de gelatina sem sabor
- 5 colheres de sopa de água
- 1 lata de leite condensado light
- 1 caixa de creme de leite
- A mesma medida de leite desnatado (use a caixinha de creme de leite para medir o leite)
- 1 pacote de 100g de coco ralado
- 1 garrafa pequena de leite de coco

Modo de fazer:

- Ferva a água. Acrescente a gelatina e misture bem, até dissolver tudo.
- Coloque a mistura no liquidificador e acrescente todos os outros ingredientes. Bata até misturar bem.
- Ponha o creme em um recipiente e leve à geladeira por pelo menos cinco horas, ou até que esteja firme.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

A famosa dieta da Banana – dicas de como faze-la corretamente

dieta-banana
Dieta da banana matutina :

- No café da manhã, comer uma banana acompanhada por um copo de água na temperatura ambiente ou morna.
- Não comer mais nada durante a manhã.
- Comer à vontade (mas sem exagerar, né?) durante o almoço.
- Não comer sobremesa.
- Comer no máximo um doce por dia, no meio da tarde.
- Não comer depois das 20h.
- Dormir no máximo às 24h.

Você ainda pode emagrecer 8 kg em apenas 1 mês .
O médico japonês Hitoshi Watanabe, especialista em medicina preventiva e idealizador da nova dieta, além de matar rapidamente a fome, a banana carrega enzimas capazes de acelerar a digestão, auxiliando na perda rápida de peso. ‘Vale lembrar que ela também é rica em fibras solúveis que se ligam à moléculas de água e formam um tipo de gel denso, que demora a sair do estômago, o que cria grande sensação de saciedade.’

O que é que a banana tem?
Fibras:A banana é rica em fibras, por isso dá sensação de saciedade,Comer a fruta logo pela manhã evita a vontade de beliscar e comer várias vezes durante o dia.
Frutose: o açúcar da fruta regula o impulso por doces. ‘Tente substituí-los por uma banana desidratada.
Baixa caloria: diferentemente do imaginado, o valor calórico da fruta é baixo – varia entre 87 e 125 calorias por unidade.
Escolha a sua preferida:

· Banana-d’água: 87 calorias
· Banana-maçã: 100 calorias
· Banana-nanica: 87 calorias
· Banana-ouro: 125 caloriaS
· Banana-prata: 89 calorias

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Pó da berinjela – colesterol e emagrecimento

Maracujá, linhaça, banana verde... Agora chegou a vez de a berinjela virar farinha. Para quem não dispensa os benefícios que ela proporciona à saúde, a novidade soa como música. O alimento em pó concentra todos os nutrientes poderosos presentes no legume. Em resumo: é possível consumir menos e ganhar mais, muito mais.


Para começar, a farinha de berinjela esbanja fibras, nas quais predominam as do tipo solúvel. “Elas são ótimas porque ajudam a digerir as gorduras no duodeno. Como consequência, ocorre uma redução nas concentrações de colesterol”, conta a nutricionista Glorimar Rosa, professora adjunta do Departamento de nutrição e Dietética da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Vale lembrar que a profissional observou esse feito na prática, já que orientou uma pesquisa animadora sobre farinha de berinjela recentemente. O trabalho objeto da tese de pós-graduação da nutricionista Aline de Castro Pimentel, mostrou que as concentrações de colesterol ruim (LDL) no sangue das mulheres que consumiram o suplemento por 60 dias despencaram, assim como as taxas de triglicérides e ácido úrico – afastando, portanto, as chances de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Cintura de pilão
Por falar em males do coração, não dá para esquecer mais um importante fator de risco: a barriga saliente. A boa notícia é que a farinha de berinjela também é vista como uma ótima opção quando o objetivo é dar uma enxugada. “Presente na berinjela, a niacina faz parte dos processos metabólicos do emagrecimento. Além disso, há as fibras, que são responsáveis por proporcionar uma sensação de saciedade e ainda auxiliam na redução da absorção intestinal da gordura”, explica a nutricionista funcional Priscila Meirelles, de Pelotas (RS).

E olha que beleza: esse benefício foi constatado lá para os lados do Rio de Janeiro. Segundo a nutricionista Wânia Monteiro, co-orientadora do estudo, houve uma redução significativa na circunferência da cintura (ou seja, a gordurinha abdominal) do grupo que incluiu a farinha na dieta. Como se não bastasse, essa turma ainda viu o índice de massa corporal (IMC) baixar e o percentual de massa magra subir.

*Duas colheres (sopa) por dia de farinha de berinjela estão de bom tamanho.

Intestino
Se ele anda meio preguiçoso, causando um baita desconforto, mais uma vez a farinha de berinjela pode entrar em cena. A nutricionista e fitoterapeuta Vanderli Marchiori, de São Paulo, afirma que, por ser abastecido de fibras, o alimento é capaz de dar uma mãozinha para o intestino, evitando a terrível constipação.

Mas atenção: se você pretende tirar proveito dessa função, invista em bons goles de água, indispensável para ajudar na formação do bolo fecal. “Se não tomar esse cuidado, o efeito pode ser o oposto do desejado”, salienta Priscila.

Saúde de ferro
Para Glorimar, da UFRJ, deve-se frisar ainda que a farinha é uma importante fonte alimentar de antioxidantes (eles marcam presença na casca da berinjela), substâncias que ajudam a reduzir a possível formação de radicais livres – aquelas moléculas instáveis que favorecem o envelhecimento precoce e outros tantos problemas para o organismo.

Depois dessa lista de benefícios, ficou fácil perceber que levar o pó à mesa é uma forma de cuidar da saúde, certo? E convenhamos: com uma praticidade sem igual. Afinal, a farinha pode ser consumida com vitaminas ou sopas, fazer parte de receitas de bolos, suflês e omeletes, ser usada como complemento da refeição pronta e por aí vai... “Ela praticamente não altera o sabor dos alimentos aos quais é adicionada, independentemente de serem doces ou salgados”, finaliza a profissional carioca.

Faça em casa
Em uma forma, coloque um quilo de berinjela, com casca, cortada em fatias. Em seguida, leve ao forno a uma temperatura de 160ºC e deixe por cerca de três horas ou até o legume ficar crocante e ressecado. Depois, triture a berinjela no processador ou no liquidificador (pulsar). O produto deve ficar com aparência semelhante à da farinha de mandioca e ser armazenado em um pote bem vedado e em local arejado. Rendimento: 100 gramas. Validade: um ano.

Fonte: Glorimar Rosa, nutricionista e professora adjunta do Departamento de Nutrição e Dietética da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Shake de berinjela

Ingredientes
1 copo de leite desnatado gelado
1 colher (sopa) de farinha de berinjela
1 banana
Mel e gelo a gosto

Preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador e beba em seguida.

Rendimento
1 copo de 300 ml

Omelete de legumes

Ingredientes
2 ovos
1 cebola
1 tomate picado
1 cenoura ralada
1 colher (sopa) de farinha de berinjela
Folhas de beterraba
Salsa, orégano, manjericão, pimenta vermelha a gosto
Preparo

Bata os ovos com um garfo. Adicione a farinha de berinjela. Em seguida, coloque todos os legumes picados com os ovos batidos e a farinha de berinjela e tempere. Unte uma frigideira com um pouco de óleo e coloque a mistura. Tampe até o ovo ficar cozido. Use fogo baixo.

Rendimento
2 porções

Bolo de milho cremoso

Ingredientes
2 latas de milho (escorrer a água)
3 ovos
4 colheres (sopa) de margarina light
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
3 colheres (sopa) de farinha de berinjela
1 xícara (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de leite desnatado
1 colher (sopa) rasa de fermento em pó

Preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador por 4 minutos. Coloque em uma forma e deixe assar por 50 minutos. Para saber se está bom, espete um palito até o fundo da forma. Se sair limpo, está pronto.

Rendimento
12 porções

Fonte: Aline de Castro Pimentel, nutricionista (SP)

Texto retirado da revista Vida Natural


A dieta da farinha de berinjela é ideal para você que deseja perder alguns quilinhos de maneira saudável utilizando apenas ingredientes saudáveis e naturais , sem prejudicar a sua saúde.Incluindo a farinha de berinjela no cardápido é possível enxugar a barriga e emagrecer!
Como funciona a dieta da farinha da berinjela?
A farinha da berinjela deve ser associada a uma dieta com baixas calorias , favorecendo assim a queima da gordura corporal, principalmente na área abdominal. A farinha da berinjela também diminui o risco do aparecimento da diabete tipo 2.
A berinjela contém uma vitamina que se chama  niacina, ela atua nas reações bioquímicas responsáveis pelos processos metabólicos de emagrecimento que ajudam o corpo perder gorduras. Além disso a farinha é um excelente inibidor de apetite natural, e ainda ajuda a reduzir os níveis de colesterol LDL . A farinha da berinjela também tem ações diuréticas e auxilia no tratamento de artrite e reumatismo.
Confira abaixo como fazer a dieta da farinha da berinjela – Passo a Passo:

Primeiro faça a farinha da berinjela em casa ou compre pronta . Para fazer a farinha da berinjela em casa veja
AQUI a receita.
Polvilhe duas colheres (sopa) da farinha de berinjela no almoço e duas no jantar , siga corretamente o cardápio abaixo. Nunca deixe de consumir as frutas indicadas na dieta abaixo, pois são antioxidantes e combatem os radicais livres que podem ser produzidos pela berinjela.
2ª Feira
Café da manhã - 1 iogurte natural desnatado / 4 biscoitos maisena / 1 fruta
Lanche - 1 laranja
Almoço – Salada de alface, tomate e pepino / 1 colher (sobremesa) de azeite / 1 colher (arroz) de isca de frango / 4 colheres (sopa) de quiabo refogado / 4 colheres (sopa) de arroz / 1 concha média de feijão preto / 1 fruta
Lanche - 1 xícara (chá) de pingado (leite desnatado com café) / 1 fatia de pão light com requeijão / 1 fruta
Jantar - Salada de repolho com cenoura ralados, tomate e cebola / 1 colher (sobremesa) de azeite / 2 colheres (sopa) de arroz / 1 colher (sopa) de picadinho de chã com abobrinha / 1 fruta
Ceia - 200 ml de chá mate / 4 unidades de torrada integral
3ª Feira
Café da manhã – 1 xícara (chá) de pingado (leite desnatado com café) / 1 fruta / 1 fatia de pão light com margarina light
Lanche - 1 maçã
Almoço - Salada de couve-flor e vagem / 1 colher (sobremesa) de azeite / 1 colher (arroz) de picadinho de carne com abóbora / 4 colheres (sopa) de arroz / 1 concha média de feijão-preto / fruta
Lanche - 1 iogurte natural desnatado / 1 colher (sopa) de granola / 1 fruta
Jantar – Salada de cenoura e beterraba raladas / 1 colher (sobremesa) de azeite / 4 almôndegas de frango médias / 1 xícara (chá) de macarrão com vagem refogada / 1 fruta
Ceia – 200 ml mingau de aveia

4ª FeiraCafé da manhã - 1 iogurte natural desnatado / 1 fruta / 1 colher (sopa) de granola
Lanche - 1 abacaxi
Almoço - 1 xícara (chá) de salada de macarrão parafuso com brócolis / 1 colher (sobremesa) de azeite / 1 filé de peito de frango grelhado / 1 fruta
Lanche – 1 xícara (chá) de pingado (leite desnatado com café) / 1 fruta / 1 pão francês com margarina light
Jantar - Salada de alface, tomate e pepino / 1 colher (sobremesa) de azeite / 1 colher (arroz) de picadinho de frango com quiabo / 2 colheres (sopa) de arroz / 1 fruta
Ceia – 200 ml de chá mate / 4 unidades de biscoito maisena

5ª Feira
Café da manhã - 200 ml de bebida à base de soja / 1 fruta / 1 pão francês com margarina light
Lanche - 6 morangos
Almoço - Salada de alface com cenoura e beterraba raladas / 1 colher (sobremesa) de azeite / 1 posta de peixe cozido / 4 colheres (sopa) de arroz / 1 concha média de feijão-mulatinho / 1 fruta
Lanche - 200 ml de leite desnatado / 1 fruta / 1 fatia de pão integral torrado com margarina light
Jantar - Salada de feijão-fradinho com pimentão, tomate e cebola / 1 colher (sobremesa) de azeite / 1 filé de peito de frango grelhado / 4 colheres (sopa) de espinafre cozido / 2 colheres (sopa) de arroz / 1 fruta
Ceia - 200 ml de mingau de maisena.

6ª Feira
Café da manhã - 200 ml de leite desnatado / 1 fatia de pão integral com margarina light / 1 fruta
Lanche – 1 fatia de melancia
Almoço - Salada de cenoura, chuchu e vagem / 1 colher (sobremesa) de azeite / 1 filé de peito de frango assado / 4 colheres (sopa) de abobrinha refogada / 4 colheres (sopa) de arroz / 1 concha média de feijão-mulatinho / 1 fruta
Lanche – 1 xícara (chá) de pingado (leite desnatado com café) / 1 fruta / 1 fatia de pão integral com margarina light
Jantar – 1 xícara (chá) de pingado (leite desnatado com café) / 1 fruta / 1 fatia de pão integral com margarina light
Ceia - 1 xícara (chá) de salada de frutas

Sábado
Café da manhã - 200 ml de bebida à base de soja / 1 pão integral com margarina light / 1 fruta
Lanche – 1/2 mamão papaia
Almoço - Salada de repolho ralado com maçã e beterraba cozida / 1 bife médio de panela / 4 colheres (sopa) de chuchu com orégano / 4 colheres (sopa) de arroz / 1 concha média de feijão-preto / 1 fruta
Lanche - 1 iogurte natural desnatado / 1 fruta / 1 colher (sopa) de aveia
Jantar - Tabule / 1 colher (sobremesa) de azeite / 1 filé de peito de frango assado / 4 colheres (sopa) de cenoura cozida / 2 colheres (sopa) de arroz / 1 fruta
Ceia – 1/2 mamão papaia / 1 colher (sopa) de linhaça

Domingo
Café da manhã - 1 iogurte natural desnatado / 1 colher (sopa) de aveia / 1 fruta
Lanche - 1 banana
Almoço - Salada de alface, tomate e pepino / 1 colher (sobremesa) de azeite / 1 bife a rolê de frango / 4 colheres (sopa) de abóbora cozida / 4 colheres (sopa) de arroz / 1 concha média de grão-de-bico / 1 fruta
Lanche – 1 iogurte natural desnatado / 1 fruta / 1 torrada com 1 fatia de queijo
Jantar - Salada de grão-de-bico, agrião, cebola e atum light / 1 colher (sobremesa) de azeite / Berinjela assada temperada com ervas e molho de tomate / 2 colheres (sopa) de arroz / 1 fruta
Ceia – 1 banana média amassada / 1 colher (sopa) de aveia
fonte:  Site Viva Mais

OS 10 ALIMENTOS MAIS SAUDÁVEIS DO MUNDO



OS 10 ALIMENTOS MAIS SAUDÁVEIS DO MUNDO

O nutricionista e psicólogo americano Jonny Bowden esteve no ano passado
no Brasil para lançar o livro "As Refeições mais Saudáveis do Mundo".
Com doutorado em nutrição pela Universidade Clayton pela Saúde Natural,
ele se dedica há mais de duas décadas à pesquisa dos alimentos e aqui
enumera quais são os dez mais saudáveis do mundo e que deveriam fazer
parte do nosso cardápio diário:


1- Sardinha: é rica em proteínas e possui minerais essenciais, como
magnésio, ferro e selênio, que têm ação anticancerígena. Esse tipo de
peixe também ajuda o organismo a liberar o mercúrio e tem altas
concentrações de Ômega 3, um tipo de gordura "boa", essencial para o
funcionamento do cérebro, do coração e para a redução da pressão
arterial. As sardinhas são chamadas de "comida saudável em lata" por
Bowden, que aconselha que sejam compradas as preservadas no próprio
óleo ou em azeite, quando não puderem ser consumidas frescas.

2- Repolho: as folhas do vegetal contêm grandes concentrações de
> substâncias antioxidantes e anticancerígenas chamadas de indoles e sulforafanos. Uma pesquisa da Universidade de Stanford, nos EUA, apontou que o sulforafano é a substância química encontrada em plantas que mais eleva o nível de enzimas anticancerígenas no organismo.

> 3- Folha de beterraba: geralmente jogada fora, é rica em vitaminas,
> minerais e antioxidantes. Contém carotenóides, pigmento natural dos
> vegetais que ajuda a proteger os olhos contra o envelhecimento. Bowden
> também afirma que a beterraba em si também é um dos alimentos mais ricos
> que existem. As folhas podem ser comidas cruas na salada ou refogadas,
> como espinafre.


> 4- Açaí: em suco ou misturado à comida, como é feito no norte do país, o
> açaí é uma das frutas com maior concentração de antioxidantes. Também é
> rica em gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas, que são benéficas e
> auxiliam na redução do colesterol ruim e na prevenção de doenças
> cardíacas. Para Bowden, os brasileiros que não consomem a fruta
> freqüentemente desperdiçam a benção que a natureza lhes proporcionou.

 5- Goiaba: rica em fibras, minerais e vitaminas. Também possui grandes
> quantidades de licopeno, o mais antioxidante entre todos os
  carotenóides. O licopeno auxilia na prevenção do câncer de próstata e
 reduz os riscos de surgimento de catarata e doenças cardiovasculares..

 6- Cereja fresca: tem altas concentrações de antocianina, um
> antiinflamatório natural. Deve ser comida ao natural ou misturada com
 iogurte ou vitaminas.


 7- Chocolate meio-amargo: rico em flavanóides, que diminuem a pressão
 sangüínea e promovem o bom funcionamento do sistema circulatório, tem
 altas concentrações de magnésio, um mineral importante para mais de 300
 processos biológicos do organismo.
 8- Frutas oleaginosas: são as castanhas, as nozes e as amêndoas. Bowden
> afirma que todas trazem inúmeros benefícios, apesar do elevado teor
 calórico. Possuem muitos minerais, proteínas e altos níveis de Omega 3 e
 Omega 9

> 9- Canela: ajuda a controlar o nível de açúcar e de colesterol no
> sangue, o que previne o risco de doenças cardíacas. Para usufruir dos
> benefícios da especiaria, basta polvilhar um pouco de canela em pó no
 café ou no cereal matinal.


10- Semente de abóbora: é uma grande fonte de magnésio. Esse mineral é
> tão importante, explica Bowden, que estudiosos franceses concluíram que
> homens com altas taxas de magnésio no sangue têm 40% menos chances de
> sofrer uma morte prematura do que aqueles com baixos índices. Para
> consumi-las, toste-as no forno e coma-as por inteiro, inclusive com a
 casca, que é rica em fibras.
 Fonte: matéria publicada na revista Época


Goiaba reduz colesterol e ajuda no emagrecimento

Rica em vitamina A, B1, C, cálcio, fósforo, ferro e fibras solúveis, a goiaba é traz muitos benefícios ao organismo, pois, além de não conter muito açúcar, gordura e calorias, auxilia no combate a infecções e hemorragias. Também fortifica ossos, dentes e o músculo cardíaco, melhora a cicatrização e o aspecto da pele, retardando o envelhecimento, regula o aparelho digestivo, o sistema nervoso e dá maior resistência física. Porém deve ser evitada por pessoas que tenham aparelho digestivo delicado ou apresentam intestino preso.

A espécie de polpa vermelha é benéfica na redução do colesterol e da pressão sangüínea, porque é rica em licopeno e fibras solúveis. Este tipo de fibra se liga aos ácidos biliares interferindo na absorção de gorduras. Ingerir um pedaço de goiaba vermelha por dia pode reduzir consideravelmente os níveis de pressão arterial, do colesterol e de triglicérides.

Texto adaptado de: O Liberalnet

Alimentos que Reduzem a Celulite

 


Alimentos que Reduzem a Celulite Este artigo foi escrito pelo blog Todaperfeita.com.br:
Alimentação saudável combate celulite
A maioria das mulheres sofre com os malditos furinhos na pele, mais conhecidos como celulite. Insistente, ela não quer saber de abandonar nossos corpinhos. Então, tudo o que temos a fazer é tentar combatê-la de todas as maneiras. Já que ela não vai embora por bem,  que vá por mal.
Há quem passe horas em clínicas estéticas tentando acabar com o problema, mas isso requer muito dinheiro, pois os tratamentos são bem caros. Mas existem maneiras mais baratas e saudáveis de acabar com a celulite. Manter uma dieta com alimentos benéficos ao organismo pode ajudar e muito a eliminar os furos indesejados. Combinar essa alimentação correta com exercícios físicos é o ideal.
Confira alguns alimentos que contribuem para a prevenção da celulite:

Grãos como feijão, lentilha e soja;
Temperos como canela, açafrão, loura, pimenta, óregano e salsa;
Vegetais como brócolis, couve-flor, repolho, rabanete e rúcula;
Salmão;
Ovos;
Linhaça;
Castanha;
Amêndoas;
Azeitona;
Gergelim;
Banana;
Abacate.

Evite alimentos que contenham carboidratos, açúcar e amido. Fuja das frituras, macarrões, farinhas, carne processada (salsicha, salame, mortadela, presunto), bolachas recheadas, geléias, mel, pizza, chocolate, queijos amarelos, batatas, pipoca, bebidas alcoólicas, pudins, tortas e muitos outros alimentos.

Beba bastante água durante o dia. Mais ou menos dois litros por dia é suficiente, de acordo com as suas atividades físicas.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Pasta de Banana Verde para Emagrecer


Muitas mulheres têm, constantemente, a vontade de perder alguns quilinhos. Existem por aí dietas milagrosas, que podem até dar algum resultado imediato, mas você não agüenta mantê-la por mais que uns três ou quatro dias. Essas promessas de perder sabe-se lá quantos quilos por semana, podem fazer mal à sua saúde, já que a alimentação é bem precária nestes casos.
Pensando nisto, foi feita uma pesquisa pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, com mulheres de idade entre 50 e 65 anos. A descoberta foi de uma substância encontrada na banana verde, a “inulida”. Ela pode melhorar o funcionamento do intestino, por meio da sua produção de bactérias que ajudam a recompor a flora e aumentam a nossa imunidade.
A substância contida na polpa da banana verde ainda controla as sensações de estufamento do abdômen, o excesso de gases e a prisão de ventre. Além disso, ela também auxilia na perda de peso.
Aprenda a receita da pasta de banana, é muito fácil:
Ferva 1 litro de água. Coloque três bananas verdes em uma panela, adicione a água e cozinhe de 15 a 20 minutos. Em seguida, retire a casca e bata no liquidificador com água. Para cada banana cozida misture meia xícara de água. A pasta está pronta.

O ideal é consumir duas colheres de sopa, diariamente, à noite ou durante o café da manhã. Você pode adicioná-la em sucos e também consumi-la com bolos e biscoitos. A pasta pode ser armazenada por até sete dias na geladeira, desde que seja em um recipiente de vidro escuro.
Este artigo foi escrito pelo blog Todaperfeita.com.br

Caminhada para Emagrecer e seus Benefícios para Saúde



Conheça agora os principais benefícios da caminhada:
- Emagrece: a caminhada aliada a uma boa alimentação pode ajudar a emagrecer, já que é um exercício aeróbio. Queima calorias e, conseqüentemente, ajuda no controle do peso.
- Auxilia no controle do colesterol e da diabete: a caminhada propicia um melhor condicionamento cardiovascular e pode ajudar a reduzir as taxas de colesterol ruim (LDL e o VLDL). Além disso, pode reduzir os níveis de glicose e melhorar a ação da insulina no corpo.
- Melhora o humor: a caminhada deixa a pessoa mais vigorosa e ativa, por garantir a oxigenação do cérebro. Se realizada frequentemente, ela ajuda a liberar endorfina, também chamada de hormônio do bem estar, que promove sensação de prazer e disposição para encarar o dia a dia. Andar também pode aliviar a depressão, ansiedade e estresse. Para isso, basta apenas uma caminhada de 30 minutos a 90 minutos, cinco dias da semana.
- Deixa os ossos mais fortes: a caminhada torna os ossos mais fortes, porque ela usa 95% dos músculos durante o exercício que se dá nos membros inferiores, responsáveis por sustentar todo o peso do corpo. Apenas 30 minutos de caminhada, três vezes por semana, é o suficiente para prevenir e tratar o afinamento dos ossos.
- Fortalece a musculatura geral do corpo: principalmente os músculos dos membros inferiores, o que pode contribuir, inclusive, para ganhar uma postura melhor, vital para quem sente dores na coluna. Contudo, é importante ficar atento para a maneira correta de caminhar (ombros para trás, barriga contraída e ao pisar, primeiro use os calcanhares e depois, sim, o peito do pé).

- Melhora a respiração: a caminhada contribui para estimular os pulmões, melhorando o condicionamento físico e conseqüentemente, a respiração, por oxigenar as células do corpo.
- Aumenta a circulação sanguínea: contribuindo para o controle da hipertensão arterial e para diminuição do risco de varizes.
- Melhora a imunidade do corpo: a caminhada feita  regularmente possui grande influencia na imunidade do organismo.
- Ajuda a dormir melhor: uma caminhada rápida de manhã ou à tarde colabora para uma melhor noite de sono, ideal para quem sofre de insônia. Como aumenta os níveis de serotonina, o hormônio da felicidade, ela relaxa todo o corpo.
- Reduz problemas cardíacos: a caminhada é excelente para o coração: um estudo recente descobriu que andar rapidamente por 30 minutos todos os dias reduz suas chances de desenvolver a síndrome metabólica, que gera uma série de fatores de risco ligados a doenças cardíacas, diabetes e derrame.
- Reduz os riscos de câncer de mama: como andar ajuda a reduzir os níveis de gordura corporal (uma fonte de estrogênio), mesmo por poucas horas durante a semana, a caminhada ajuda a. diminuir consideravelmente os riscos de câncer de mama.
- Ajuda a manter o peso: andar por 30 minutos por dia pode prevenir ganho de peso em pessoas fisicamente inativas, segundo um recente estudo.
- Retarda o envelhecimento: outros estudos feitos em pessoas mais velhas revelaram que andar, mais ou menos por 45 minutos semanais, ajuda a evitar doença de Alzheimer e ajudam a manter a boa lucidez em idosos, por ser a caminhada um ótimo estimulante cerebral, além de ser um exercício aeróbico, tendo o poder de rejuvenescer até 12 anos.

Benefícios do Mel Para a Saúde


O mais antigo adoçante usado no mundo, o mel é conhecido do homem a milênios, que tinha nele um alimento poderoso, considerado pelos gregos por exemplo, como um produto sagrado e milagroso. E não é para menos, o mel é uma fonte riquíssima de vários nutrientes: frutose, sacarose, glicose (carboidratos); potássio, selênio, cobre, fósforo, ferro, vitaminas do complexo B, vitamina C e alguns tipos de aminoácidos (proteínas). E pode ser utilizado tanto na alimentação quanto para a cura de doenças.

Substituto eficiente e bem menos calórico que o açúcar branco, o mel contém, em uma colher (chá), cerca de 25 calorias, enquanto a mesma medida de açúcar contém 40 calorias. O mel é frequentemente associado à longevidade, sobretudo para a medicina chinesa, que acredita que as pessoas que desejam ter uma vida longa e saudável devem fazer uso do alimento todos os dias, além de ser ele uma aposta natural e muito saborosa.

Alimentos para Melhorar a Anemia



Este artigo foi escrito pelo blog Todaperfeita.com.br

Alimentos que ajudam a prevenir a anemia
A anemia ferropriva é uma deficiência na produção dos glóbulos vermelhos e, ainda, na quantidade de hemoglobina contida neles. As conseqüências podem ser limitação na troca de oxigênio e gás carbônico entre as células do nosso corpo. Alguns sintomas da anemia são: cansaço e fadiga, baixo desempenho das suas atividades, dificuldade de concentração, tontura, fraqueza, perda de apetite, palidez no interior dos olhos e lábios.
A doença pode ser desenvolvida devido a várias causas, primeiramente, pela baixa ingestão de alimentos ricos em nutrientes que auxiliam  na produção dos glóbulos vermelhos e da hemoglobina. Estas substâncias do nosso corpo carregam ferro, vitamina B12 e ácido fólico. A perda excessiva de sangue na menstruação também pode gerar o problema, assim como a ausência desses nutrientes nas fases de desenvolvimento, durante a infância e adolescência, e também no período da gestação e amamentação.

A principal coisa a se fazer para prevenir a anemia, é manter uma dieta rica em alimentos que sejam enriquecidos  ou fortificados com ferro. Alguns desses alimentos são: carne vermelha, peixe, feijão, soja, gema de ovo, lentilha, frango, espinafre, grão-de-bico, brócolis, couve e outros vegetais que contenham folha verde escura. Tomate sem sementes, frutas cítricas ricas em vitamina C também são importantes. Evite chá e café durantes as refeições.
Para identificar se você está ou não com anemia, realize um exame de sangue. Se for detectada a deficiência, um médico deverá receitar um sulfato ferroso adequado ao seu caso.

Por Ingrid de Castro